sexta-feira, 17 de abril de 2009

Siricotico da vida

Estava aqui, sentadinha e sozinha(nossa, agora q me toquei q só atendi uma pessoa ainda hoje), qdo me lembrei de um episódio acontecido aqui no meu trampo.
Vamos esclarecer: qdo a pessoa é demitida ou pede demissão do serviço e tem mais de um ano de serviços prestados pra firma, a rescisão(documento) é assinado aqui com a gente, onde faço a conferência.
Mas sempre existe o caso de patrão inconformado, empregado insatisfeito e contadores estressados.
Logo no começo, fui fazer uma homologação onde a veio a funcionária, a dona da loja e a estressada contadora(o mulherzinha antipática).
Sentamos, peguei os documentos pra começar a verificar e fiz uma pergunta pra funcionária, mas quem respondeu foi a contadora. Bom, dei uma risadinha, e tornei a perguntar pra funcionária, e ela respondeu.
Surgiu uma outra dúvida e tornei a fazer uma pergunta a funcionária, e quem me respondeu foi a contadora de novo. Bom, tornei a dar outro sorriso forçado e perguntar novamente a funcionária.
E pra esclarecer, justo nesse dia essa contadora já tinha me estressado na parte da manhã, com algumas dúvidas q ela tinha, mas q queria q as respostas fossem de acordo com a vontade dela.
Bom, voltando a história, surgiu um desconto em folha q não era aceitavel, e eu falei q não poderia aceitar.
Meninas, por que que eu resolvi falar isso?!?!? A mulher levantou, começou a gesticular parecendo um helicóptero, a ficar vermelha(isso tudo era só a contadora, pois a dona da firma estava quieta até então).
Aí, pra entornar o caldo, levanta a dona da loja e fala:
-Vai descontar sim, pq a firma é minha e é eu q mando.
Nisso, eu falei toda calma(isso não é meu estado normal):
- Gente, não pode... baseado no artigo tal, e etc, etc...
Pronto, esse comentário simplesmente foi o começo do duelo ElenXContadora.
A mulher cresceu uns dois metros e eu só observando.
Aí começou um bate boca entre patroa, funcionária e contadora.
Garotas, eu juro q tentei contar até 10, mas qdo contei 1 ..... E X P L O D I!!!!!!!!
Falei assim:
-Pessoal por favor.
E nada.
Tornei a falar, só q um pouco mais alto:
-PESSOAL, por favor.
E vcs acreditam q além de fazerem de conta q eu não estava ali, a contadora me solta um:
-Pelo amor de deus, termina logo esta coisa.... (isso mesmo, desse jeito)
Gente, eu tentei, quer dizer, nem tentei estressei e desci a mão na mesa com um tapa q no fundo até eu assustei.
Mandei assim:
- Dá pra ficarem quietas as 3!!!!!!
Nisso, elas se assustaram e se calaram.
Ai falei, com um tom mais baixo, mas firme:
-Sentem-se garotas, e acalmem o ânimo, pois se eu resolver ser grossa, vcs vão se arrepender...
hahahahahahahahahah
As mulheres estalaram um par de olho pra mim...
Mas ai, depois desse chega pra lá, resolvi a bagunça.

Mas a contadora, até hoje tem uma birra comigo, toda vez q ela vem aqui, aiaiai, me dá até dor de cabeça, pois ela quer sempre sair por cima da carne seca...

Esse foi apenas um dos episódios q acontecem por aqui, prometo contar mais.
Até mais!!!

3 comentários:

Eliene Vila Nova disse...

Oi, adorei a sua visita.
Menina o homen daqui de casa é contador, mas muito diferente dessa ái, viu?rsrs. Tem muita gente arrogante nesse mundo,ah tem!
linda a sua filhota,parabéns pelo blog, voltarei sempre pra te visitar.
beijos

Priscila disse...

Olá adorei sua visitinha, gostei demais do seu blog!!!
Bjs...

Sabrith disse...

Adorei a história... tenho uma birra de gente metida a besta...
E se fosse eu teria estourado logo, me conheço kkkkkkkkk